2,01 anos de Vida de Ipê

Nosso herói vegetal, Ipê Roxo, completa 2,01 anos (08/mar/2016, semeado em 04/mai/2014), e segue verde e belo, já está com mais de um metro e meio, saudável e na medida do possível colorido. Protegida pela Espada de São Jorge e pelo cicatrizante Aloe Vera (babosa), a vida segue e não para tão cedo.

Ipê com 2,01 anos de idade.

Ipê com 2,01 anos de idade.

Um ano de Vida de Ipê – Feliz Aniversário

Hoje (04/Set/2015) o nosso herói vegetal, Ipê Rosa, completa o primeiro ano de vida. Nasceu em uma época difícil e impensável, seca no estado de São Paulo. Seus pais são de Piracicaba/SP, mas hoje ele vive em Analândia/SP, onde deverá crescer e ter seus filhos. Vejo e registro regularmente, fotograficamente,  o seu crescimento.

Feliz Aniversário

Esta é a foto mais recente dele, feita dia 28/Ago/2015:

Quase um ano de Vida de Ipê.

Quase um ano de Vida de Ipê.

Nos posts relacionados no link abaixo você pode pode acompanhar o seu desenvolvimento:

Vida de Ipê

 

 

316 dias de idade

O tempo passa, ele sempre passa, não importa o que você faça, assim sendo, após ter sido colocado na terra na antevéspera de Natal (23/12/2014), podemos ver na foto abaixo nossa futura árvore no alto dos seus 316 dias de idade (ver post o post Um mês de vida), neste esquema muito bom para ela de sol, regra e adubo é certo que daqui a pouco ela estará colorindo o mundo e tornando a vida das pessoas agradável e abrigo para pássaros e insetos, alias toda um micro ecossistema se formará a sua volta. Daqui a pouco é dia de comemorar aniversário, será que para planta tem disso?

Viva o Ipê! Vida longa ao Ipê!

316 dias de idade

316 dias de idade

 

 

As dores de Dolores

Pessoal saiu o Poeta de Gaveta 21, para o qual tive o prazer de ter um conto selecionado. O conto é uma viagem satírica de um momento na vida de Dolores, poucos minutos de acontecimento mas espero que você se divirta.

Este conto está na página 45, mas leia todos eles. Cada um tem a sua mensagem.

Poeta de Gaveta 21.

Poeta de Gaveta 21.
As dores de Dolores.
Página 45.

Poeta de Gaveta 21

Você pode ler mais dois contos de minha autoria no Poeta de Gaveta 15.

O Poeta de Gaveta é uma iniciativa da  Seção de Atividades Culturais da USP de Ribeirão Preto.